A afro-americana Recy Taylor foi violado por um gangue de seis rapazes brancos em 1944, no estado do Alabama.

Incapaz de desistir, denunciou os seus agressores e bateu-se por justiça com a ajuda de mulheres como Rosa Parks, figura histórica dos Direitos Civis nos EUA.