CinemaDestaquesNotícias de CinemaAdaptação de “Akira” terá diferenças na história

A adaptação live-action do clássico “Akira” avança a passos largos na Warner Bros. com Leonardo DiCaprio e Katsuhiro Otomo na produção e Taika Waititi na realização. Com uma equipa deste calibre, estão reunidas todas as condições para ser uma adaptação épica apesar de depois de anunciada a sinopse ainda não oficial existam algumas diferenças em relação à obra original. Assim, enquanto que o espírito original da história permanecerá, neste versão a ação passar-se-á na Neo-Manhattan e não...
Cátia Santos Cátia SantosAbr 14, 20194 min

A adaptação live-action do clássico “Akira” avança a passos largos na Warner Bros. com Leonardo DiCaprio e Katsuhiro Otomo na produção e Taika Waititi na realização.

Com uma equipa deste calibre, estão reunidas todas as condições para ser uma adaptação épica apesar de depois de anunciada a sinopse ainda não oficial existam algumas diferenças em relação à obra original.

Assim, enquanto que o espírito original da história permanecerá, neste versão a ação passar-se-á na Neo-Manhattan e não em Neo-Tokyo. A relação de Kaneda e Tetsuo também será diferente, passando de irmãos a melhores amigos e Kaneda é empregado de bar em vez de líder de um gangue de motos.

Akira

Adicionalmente a estes elementos, surge também um novo personagem, Ky Reed, um líder da rebelião.

Vê também: Adaptação de “Akira” mais próxima da realidade

Apesar das alterações na história, Taika Waititi já assegurou que irá trazer para o elenco do filme adolescentes de origem asiática para os papéis principais, com receios de que entretanto se gerasse a ideia de lavagem racial do filme com a mudança de cidade.

Para além desta preocupação do realizador, também já se falou anteriormente da sua vontade de ir mais às raízes da obra que deu origem ao filme e não tanto concretizar um remake do filme, pelo que apesar das mudanças se espera que seja fiel ao espírito do manga.

Cátia Santos

Cátia Santos

Sou apaixonada pelo cinema e pela escrita mas a minha primeira paixão foi a História. Em cada uma destas paixões estou como quando respiro e quero continuar a respirar assim.