A Universal anunciou o adiamento da estreia de “Candyman”. O filme será uma sequela do original de 1992.

Depois de inúmeros filmes terem visto as suas estreias no cinema adiadas devido à pandemia Covid-19 que se faz sentir em todo o mundo, desta feita foi a vez da Universal adiar “Candyman”. O filme de Nia DaCosta (“Little Woods”), que conta no argumento com os nomes Jordan Peele (“Foge”) e Win Rosenfeld (“BlacKkKlansman: O Infiltrado”), para além de DaCosta, tinha data de estreia marcada para o dia 11 de junho em Portugal, e viu a sua estreia ser adiada para 24 de setembro. “Candyman” será uma sequela do filme com o mesmo nome de 1992.

Ver também: Sequelas de “Top Gun”, “Lugar Silencioso” e “Minions” recebem datas

Baseado no conto “The Forbidden” de Clive Barker, o filme original teve a realização de Bernard Rose e conta a história de uma estudante universitária que, ao investigar mitos urbanos que envolviam a personagem Candyman, origina que a sua alma volte para aterrorizar a cidade de Chicago.

Este novo “Candyman” conta no elenco com os nomes de Yahya Abdul-Mateen II (“Aquamen”), Teyonah Parris (“Se Esta Rua Falasse”), Nathan Stewart-Jarrett (“Utopia”) e Rebecca Spence (“Contágio”), para além dos regressos de Tony Todd e Vanessa Williams, que voltam com as suas personagens, Daniel Robitaille e Anne-Marie McCoy, respetivamente.

Por sua vez, “Trolls: Tour Mundial” que deveria estrear em Portugal a 23 de Abril, pelo menos nos EUA saltará a estreia nos cinemas e irá diretamente para VOD já a 10 de Abril.

“Praise This”, de Tina Gordon (“Little – A Pequena Chefe”), sobre uma competição de coros juvenis, foi adiado indefinidamente uma vez que estava programado para a mesma data de “Candyman”, 24 de Setembro.