Até 30 de Abril, os filmes podem ser qualificáveis para consideração dos Globos de Ouro, mesmo que não façam a sua primeira estreia no cinema.

Ninguém fica indiferente à pandemia que estamos a enfrentar e o mundo do cinema tem vindo a sofrer várias alterações nos últimos meses.  À luz do que se passa, a Hollywood Foreign Press Association (HFPA) já tomou medidas alternativas para os Globos de Ouro.

Segundo a HFPA, os requisitos foram provisoriamente modificados tendo e conta o encerramento de todos os cinemas na zona de Los Angeles. O comunicado lançado recentemente afirma:

Os filmes que tinham lançamento planeado em Los Angeles entre 15 de março e 30 de abril (período sujeito a revisão e extensão), podem ser estreados primeiro em televisão, como nos serviços streaming, canais de cabo e canais abertos, e ainda assim serem elegíveis para os Globos de Ouro.

Os distribuidores devem contactar a HFPA para combinarem uma data de visionamento no calendário oficial da associação, que vai ao encontro dos requisitos de “timings” das regras de elegibilidade dos Globos de Ouro.

Vê também: “The Great” | Teaser da nova série da HBO Portugal já saiu!

Nessa data, os distribuidores devem providenciar a todos os membros da HFPA um link de visionamento ou uma cópia de DVD do filme. Assim, todos podem vê-lo em segurança e em casa. Este procedimento alternativo “tem efeitos desde 15 de Março e até 30 de Abril e o período pode ser alargado, face aos acontecimentos.

Caso se considere necessário e apropriado, a HFPA pode rever todas as regras e decidir alterações temporárias.

A 78ª edição dos Globos de Ouro deverá acontecer no início do próximo ano com o regresso de Tina Fey e Amy Poehler a apresentar.