CinemaDestaquesJessica Chastain produzirá adaptação de romance sobre George Eliot

A empresa da atriz americana de “Jogo da Alta-Roda” – Freckle Films – nasceu em 2016 e fez parte da produção de “O Jardim da Esperança” e o futuro “Eve”. Mary Anne Evans (1819-1880) foi uma poetisa, romancista, jornalista e tradutora inglesa, que adotou o pseudónimo masculino de George Eliot para desafiar os estereótipos relativos à capacidade literária do sexo feminino, considerado limitado a “romances leves”. Ainda assim, assinou trabalhos com o seu nome. George...

A empresa da atriz americana de “Jogo da Alta-Roda” – Freckle Films – nasceu em 2016 e fez parte da produção de “O Jardim da Esperança” e o futuro “Eve”.

Mary Anne Evans (1819-1880) foi uma poetisa, romancista, jornalista e tradutora inglesa, que adotou o pseudónimo masculino de George Eliot para desafiar os estereótipos relativos à capacidade literária do sexo feminino, considerado limitado a “romances leves”. Ainda assim, assinou trabalhos com o seu nome. George Eliot é sobretudo recordado por histórias que tecessem comentários sobre a humilde vida rural e os deslocados da sociedade. Entre elas Silas Marner, Adam Bede, The Mill on the Floss, Romola e Middlemarch: A Study of Provincial Life (este último descrito pelos escritores Martin AmisJulian Barnes como o melhor romance da língua inglesa).

Vê também: Chegou o trailer oficial de “Aladdin”, filme com Will Smith

Jessica Chastain

Da autoria da escritora, cineasta e antiga repórter cultural da New York Times inglesa Dinitia Smith, The Honeymoon: A Novel of George Eliot foi publicado em 2016 e relata o segundo período matrimonial de Mary Anne, na altura com 60 anos, a recuperar do luto do companheiro dos 26 anos anteriores e a enfrentar a solidão e o declínio físico, com John Walter Cross, um homem 2 décadas mais novo. No decorrer, assiste-se a um processo de redenção e busca pela felicidade. O casamento ocorreu em maio de 1880. Mary Anne eventualmente morreria em Dezembro, devido a uma nefropatia.

No final de 2018, Jessica Chastain acabou de filmar o drama de ação “Eve”, que também produziu. O filme foi realizado por Tate Taylor (“As Serviçais”) e está, neste momento em pós-produção, ainda com uma data de estreia indefinida. O percurso de produtora da atriz de “00:30 A Hora Negra” começou com a trilogia “O Desaparecimento de Eleanor Rigby”, na qual dividiu o ecrã com o escocês James McAvoy. A Freckle Films obteve, assim, os direitos do livro, sendo que se desconhece uma data de estreia ou se pretende protagonizar a adaptação às grandes telas, uma vez que se encontra envolvida noutros projetos – o drama de crime “The Good Nurse”, a biografia de música “George and Tammy” e o thriller de ação “355”.

Jessica Chastain
Jessica Chastain em “Eve”

Brevemente, Chastain poderá igualmente ser vista como antagonista na terceira sequela da nova cronologia dos X-Men“X-Men: Fénix Negra” – em junho, e em setembro, em “It: Chapter Two”, a sequela do sucesso de terror de 2017, a interpretar a versão adulta de Beverly, a personagem de Sophia Lillis no primeiro filme.

Francisco Quintas

Francisco Quintas

Amante compulsivo de cinema, clássico e moderno. Sintra, 17 anos, estudante na Área de Economia. Colaborador com o Cinema Pla'net desde Novembro de 2017.