“The Young Pope”, da HBO, teve um sucesso moderado. Não foi das séries mais explosivas de 2016, mas as interpretações do Jude Law e da Diane Keaton e a mente criativa do italiano Paolo Sorrentino (“A Grande Beleza”) tornaram a série num conceito interessante e memorável.

Aliás, uma ficção sobre o primeiro papa americano da História não é uma ideia de todo esquecível. Talvez o formato não de série tradicional, mas sim apenas de minissérie não terá contribuído para aquele que podia ter sido um sucesso global. No entanto, as produtoras italianas, em conjunto com a americana, estão dispostas a começar a produção de uma segunda parte.

Vê também: Os melhores papéis da carreira de Antonio Banderas
John Malkovich
O inglês Jude Law, em “The Young Pope”

“The New Pope” será o nome dado à segunda temporada e manterá Jude Law e Diane Keaton no elenco. Regressarão igualmente Paolo Sorrentino na realização e argumento, juntamente com os também italianos Umberto Contarello e Stefano Bises. Mas a série incluirá agora John Malkovich, o ator americano de “Império do Sol”, de 1987, “Ligações Perigosas”, de 1988, “Na Linha de Fogo”, de 1993, e de inúmeros outros filmes, a interpretar um personagem ainda desconhecido.

“The New Pope” deve incluir novamente o seu elenco e respetivos personagens. Nomeadamente: Silvio Orlando, Javier Cámara, Scott Shepherd, Cécile de France, Ludivine Sagnier, Toni Bertorelli e James Cromwell. As filmagens devem começar no próximo mês de Novembro, em Itália. Ainda não há data de estreia, quer em Itália, na América ou em Portugal.