Cinema

Novo filme de Jane Campion cheio de estrelas

Cátia Santos
  • Maio 10, 2019
  • 3 min read
Novo filme de Jane Campion cheio de estrelas

Benedict Cumberbatch e Elisabeth Moss são os nomes avançados para protagonizar o novo filme de Jane Campion “The Power of the Dog”, uma adaptação da obra de Thomas Savage, de 1967.

Campion irá realizar a partir de um argumento que ela própria adaptou, com a colaboração da Cross City Films a divulgar o filme em Cannes para possível venda de direitos e expansão nos vários mercados.

Prevê-se que o filme entre em pré-produção no final deste ano e na base da sua história está um grande romance que já merecia uma oportunidade para ter vida no grande ecrã, e que passa por temas como a masculinidade, nostalgia e traição todos misturados de forma inebriante, como refere a realizadora.

O livro conta a história dos endinheirados irmãos Phil (Benedict Cumberbatch) e George Burbank. Phil é brilhante e cruel, enquanto George é aborrecido e gentil; juntos são os proprietários do maior rancho no seu vale em Montana.

Vê também: A revolução de June já tem trailer

Quando George casa secretamente com a viúva local, Rose, (Elisabeth Moss), um Phil muito zangado empreenderá uma guerra vigorosa para a destruir, usando o seu filho Peter como peão.

“The Power of the Dog” é uma produção da See-Saw Films e Big Shell Films/Max Films em conjunto com a Brightstar. Teve origem com o produtor Roger Frappier da Max Films, que detinha os direitos do romance. Frappier ofereceu depois a propriedade a Jane Campion depois de uma reunião num recente Festival de Cannes.

Jane Campion contatou depois a produtora de “Cold War – Guerra Fria”, Tanya Seghatchian, da Brightstar, para uma parceria com vista a dar vida ao projeto. Campion contatou ainda colaboradores de longa data como Emile Sherman e Iain Canning, os produtores executivos da sua série de televisão “Margens Do Paraíso” (“Top of the Lake”).

Benedict Cumberbatch foi recentemente protagonista dos enormes sucessos de bilheteira da Marvel “Vingadores: Endgame” e “Vingadores: Guerra do Infinito”, para além de ter emprestado a voz ao personagem que dá título a “Grinch”.

Na televisão, Cumberbatch  protagonizou a série da HBO “Brexit” e a série da Amazon “Good Omens”, ainda por estrear, e acabou de filmar “1917”, o filme da autoriza de Sam Mendes sobre a Primeira Grande Guerra.

Elisabeth Moss pôde ser recentemente vista no sucesso de terror de Jordan Peele “Nós”, é protagonista no drama de rock “Her Smel” e no drama “The Kitchen”, mais para o fim do ano, para além de retomar o seu papel como June em “História de uma Serva”, que estreia este junho.

Campion é sobejamente conhecida por ter ganho o Óscar de Melhor Argumento para “O Piano” e tornou-se na primeira e única realizadora, até à data, a ganhar a Palma de Ouro em Cannes. Em “The Power of the Dog”, vai, pela primeira vez também, trabalhar com um protagonista masculino.

A sua mini-série “Margens Do Paraíso” (“Top of the Lake“) ganhou, em 2013, para melhor fotografia numa mini-série ou filme, bem como o Globo de Ouro em 2014 para melhor atriz, com Elisabeth Moss.

Campion criou, foi co-argumentista e realizou a segunda temporada da série, “China Girl”, que uma das primeiras séries de televisão a estar incluída na seleção oficial do Festival de Cannes. Agora, com “Power of the Dog”, tem a caminho o seu oitavo filme de longa duração, depois de 10 anos de ausência.

Cátia Santos
About Author

Cátia Santos

Sou apaixonada pelo cinema e pela escrita mas a minha primeira paixão foi a História. Em cada uma destas paixões estou como quando respiro e quero continuar a respirar assim.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *