CinemaDestaquesPatrick Wilson abre a porta a um regresso ao mundo “Insidious”

Patrick Wilson anunciou que pode voltar a interpretar Josh Lambert em “Insidious 5”. A saga de terror foi criada por James Wan. Enquanto os fãs da saga ainda esperam para saber o que haverá de novo no próximo capítulo da franquia, um dos protagonistas dos dois primeiros filmes, Patrick Wilson (“Aquaman”) revelou numa entrevista que, embora a história da sua personagem aparentemente tenha terminado nos filmes anteriores, ele não fechou a porta a um possível...
Rúben Fonseca Rúben FonsecaNov 19, 2019

Patrick Wilson anunciou que pode voltar a interpretar Josh Lambert em “Insidious 5”. A saga de terror foi criada por James Wan.

Enquanto os fãs da saga ainda esperam para saber o que haverá de novo no próximo capítulo da franquia, um dos protagonistas dos dois primeiros filmes, Patrick Wilson (“Aquaman”) revelou numa entrevista que, embora a história da sua personagem aparentemente tenha terminado nos filmes anteriores, ele não fechou a porta a um possível regresso.

Ver também: “Sin City” de Frank Miller vai ter direito a uma série de televisão

A saga “Insidious” acompanha a personagem de Lin Shaye, Elise Rainier, uma parapsicóloga que, tal como o próprio nome indica, dedica-se à investigação de fenómenos paranormais. A atriz já afirmou que o desenvolvimento de “Insidious 5” está atualmente em andamento.

Numa entrevista ao The Hollywood Reporter na qual Patrick Wilson confirmou que voltaria a interpretar a sua personagem em “Aquaman 2”, Wilson afirmou também que o seu contínuo envolvimento com o realizador James Wan, que dirigiu as duas primeiras obras da franquia de terror, e o produtor Jason Blum, fez com que ele se mantivesse informado sobre o futuro da saga. O ator que atuou nos dois primeiros filmes, afirmou que nunca fechou a porta a um potencial novo projeto.

Nunca senti fechado. (Josh Lambert) já o vimos possuído e livre de posses. Não há muito para ele fazer. Não sei para onde é que eles gostariam de ir com a saga, mas nunca fecho portas. Não há uma grande porta vermelha que esteja fechada.

Patrick Wilson

A primeira longa metragem que chegou ao grande ecrã no ano de 2011 alcançou um enorme sucesso, atingindo quase os cem milhões de dólares de receita em bilheteira. Seguiram-se três sequelas porém sem o êxito do original. Leigh Whannell (“Upgrade”) que escreveu o argumento dos quatro filmes, teve a oportunidade de realizar também o terceiro volume. O quarto capítulo foi dirigido por Adam Robitel (“A Possessão”).