CinemaDestaquesUsei todos os transportes públicos para ir ao World Cinema Film Festival

Depois de uma longa viagem onde usei quase todos os modos de transporte público que havia na cidade de Londres, finalmente cheguei ao recinto onde o World Cinema Film Festival estava a acontecer. No ano passado tive o prazer de cobrir este festival na sua primeira edição depois de ter entrevistado a fundadora Joelle David. Este ano o Festival regressou com dois dias, uma lista de convidados de peso da indústria do Cinema e vencedores...

Depois de uma longa viagem onde usei quase todos os modos de transporte público que havia na cidade de Londres, finalmente cheguei ao recinto onde o World Cinema Film Festival estava a acontecer.

No ano passado tive o prazer de cobrir este festival na sua primeira edição depois de ter entrevistado a fundadora Joelle David. Este ano o Festival regressou com dois dias, uma lista de convidados de peso da indústria do Cinema e vencedores em diversas categorias. E eu estou aqui para vos contar tudo o que se passou no fim de semana de 22/23 de Junho.

Ver também: World Cinema Film Festival – Junho em Londres

O festival arrancou com uma conversa com Lisa Dee, Directora de Cinema da Junta de Freguesia de Barking&Dagenham, que falou da importância de abrir oportunidades a zonas de Londres mais desfavorecidas. Lisa Dee deu-nos os seus conselhos em como conseguir trabalho nesta industria tão competitiva:

“Tens que ser corajoso! Começa por ser um runner e sobe até chegares aonde precisas! E não tenhas medo de fazer perguntas. Eu pedi para ter uma entrevista com os executivos da Netflix e eles disseram que sim! Venham a estes eventos, façam networking! Sabes para onde queres ir? Então tem paixão por isso e vai á luta!”

val

A próxima convidada foi a Directora de Casting Suzanne Smith cujo mais recente trabalho foi na série de sucesso da Amazon “Good Omens” que nos revelou o que procura quando anda á caça da próxima estrela:

“O que faz para mim um actor se revelar é que verdade me apresentam nessa cena. Na realidade é a resposta a uma pergunta muito básica : Eu acredito em ti?”

Efeitos Especiais WFF

Os convidados da área de Efeitos Especiais e Concept Art foram Stuart Penn e Po Sing Chu. Stuart Penn trabalha na empresa de Efeitos Visuais mais procurada do Reino Unido tendo trabalhos como “Monstros Fantásticos” e mais recentemente “Vingadores: Endgame”. Penn revelou-nos que trabalhar em Efeitos visuais é muito mais do que apenas criar criaturas e monstros mas também coisas que nós nem sequer nos damos conta:

Ver também: “Monstros Fantásticos – Os Crimes de Grindelwald” – Magia em demasia

“É assim que sabemos que fizemos um bom trabalho”

Po Sing Chu é mais conhecido pelo seu Concept Art em filmes como “Os Guardiões da Galáxia” 

“Este era um trabalho que eu nem sequer sabia que existia. Que eu poderia fazer uma carreira a criar estes conceitos.” 

O ultimo convidado de Sábado foi Fabian Wagner, Director de Fotografia de sucessos como “Guerra dos Tronos” e Liga Da Justiça”. Wagner falou-nos de como é trabalhar na industria nos dias de hoje:

“Hoje em dia é mais fácil porém há muito mais competição. Há uma linha tênue entre se ser determinado e se ser chato (risos), mas como disse a competição é grande nesta industria e tens que persistir mas com uma atitude positiva. És tão bom como o último trabalho que fizeste e isso faz com haja bastante pressão. Há coisas boas e más nesta industria, esquece o mau e concentra-te no bom!” 

Chegou Domingo e tivemos imensa sorte por continuar bom tempo. Neste dia tivemos mais um leque de convidados fantásticos de diversas áreas do Cinema. Os primeiros convidados foram dois actores da área de Barking&Dagenham, Danielle Vitalis e Kiell Smith-Bynoe que nos contaram não só a sua experiencia mas também deram dicas para quem deseja seguir uma carreira como actores:

“Ter um agente é muito importante mas podes arranjar trabalho sem o ter. Não digas que sim a qualquer oferta. Nós sabemos que há contas para pagar mas encontrar um equilíbrio é a chave.” 

Sophie Robinson é uma realizadora de documentários e o seu ultimo trabalho encontra-se agora na Netflix. Mas realizar documentários não é tarefa fácil nem traz grandes rendimentos porém traz imensa satisfação vinda de um desejo de contar certas historias:

“Tens que amar este género porque o trabalho é árduo. Mas eu acredito que encontrar um mentor é uma optima maneira de começar a dar os primeiros passos. Faz com que as pessoas notem o teu trabalho e conhece gente que talvez te possa ajudar!”

Charlie Knight é uma Costume Designer cujo trabalho mais conhecido é a  popular série “Guarda-Costas”. Knight contou-nos como é o seu trabalho e deu o seu conselho

“Faz por conhecer pessoas, ganha experiência, começa como aprendiz! Eu estou sempre a torcer pelo underdog!” 

A ultima convidada do dia é a realizadora da série “Sex Education”, que se pode ver na Netflix, Kate Herron. Ainda jovem esteve no Pais de Gales para filmar a série e contou-nos como criou a estética da serie assim como é diferente trabalhar nos EUA. Mas o que mais quis passar para a audiência preenchida por quem quer dar passos no Cinema foi:

“Faz cinema!”

Curto e directo mas muito verdadeiro. O que a maioria dos convidados aconselhou foi mesmo a fazer networking e pôr trabalho cá fora porque as pessoas estão atentas. Mas este festival não foi apenas recheado de bons convidados, houve também vencedores de curtas metragens em categorias distintas :

Short Film : Head Space, Timon Williams e Once An Old Lady Sat On My Chest, Candice Onyeama

Short Documentary : Altruistic, Emma Edwards e Parai:The Beat Of Freedom, Nali Sivathasan

Short Animation : Kite, Sagar Funde e Trouble With Trains, Danny Baxter

Para acompanhar o festival havia uma secção onde cozinhas locais que se uniram para alimentar aqueles que não conseguiram dizer não ás delicias apresentadas. Inclusive uma marca de rum que, deixa-me que vos diga, era uma delicia! No dia a seguir eu estava de volta á minha vida e não pude deixar de sentir um vazio pois não tinha mais o festival para ir cobrir. Foram dois dias intensos mas tão gratificantes! Marquem no vosso calendário uma viagem a Londres para o ano e venham participar deste festival! E a todos os aspirantes a cineastas, preparem-se para submeter os vossos trabalhos para a edição de 2020!

Segue-nos nas redes sociais!