A Disney continua a provocar o público em relação ao seu próximo filme live-action, “A Dama e o Vagabundo”, com a primeira imagem completamente renovada dos seus protagonistas caninos com direito de capa da revista da Disney.

Esta versão do clássico filme de animação da Disney, dos anos 50 da década passada, está prevista estrear no serviço de streaming da Disney, o Disney+, que ainda não se encontra disponível, mas tem vindo a divulgar aos poucos o que podem esperar o espetadores do seu catálogo de conteúdos.

A Disney mostra agora na capa da mais recente edição da sua revista Twenty-Three a primeira imagem dos protagonistas do filme. A revelação foi feita a partir de uma publicação no Twitter oficial da Disney com a capa onde se encontram os atores caninos reais que protagonizam o filme.

Neste remake, Tessa Thompson e Justin Theroux emprestam as suas vozes à Dama e ao Vagabundo, respetivamente, mas o elenco conta ainda com as participações de Sam Elliot como Trusty, Janelle Monae como Peg, Arturo Castro como Marco, Thomas Mann como Jim Dear, Benedict Wong como Bull, Yvette Nicole Brown como Aunt Sarah, Adrian Martinez como Elliot, o apanhador de cães e Ashley Jensen como Jackie.

O realizador de “Lego Ninjago – O Filme”, Charlie Bean, é o responsável pela realização deste live-action e filma a partir do argumento da autoria de Andrew Bujalski. A produção está a cargo de Brigham Taylor com Jessica Virtue e Chaz Salembier a supervisionarem para a Disney.

Tal como o original, o remake live-action também contará a história da relação de amor entre uma cocker spaniel norte-americana de classe média-alta e um cão rafeiro de rua e claro que a famosa cena do beijo e do esparguete será reproduzida.

Vê também: Benedict Wong na COMIC CON PORTUGAL 2019

Nem todos os elementos do filme original de 1955 estarão presentes, nomeadamente a canção “The Siamese Cat Song”, que, devido às suas conotações racistas, será substituída por uma nova versão cantada por Janelle Monae e escrita por Monae, Nate “Rocket” Wonder e Roman GianArthur. Monae interpretará ainda mais dus canções originais do novo filme.

“A Dama e o Vagabundo” faz parte do conjunto imenso de remakes de filmes clássicos que a Disney tem vindo a produzir, mas ao contrário dos já estreados apenas terá estreia no pequeno ecrã e não passará sequer pelos cinemas.

Se, por um lado, para o espetador mais tradicional isso pode parecer uma jogada depreciativa, para a Disney representa um dos seus porta-bandeiras para a plataforma de streaming que irá lançar, permitindo atrair mais subscritores com o seu conteúdo produzido propositada e dedicadamente para o Disney+. Se dúvidas houvesse, o Disney+ é lançado precisamente no mesmo dia que o filme.

“A Dama e o Vagabundo” estreia na Disney+ a 12 de novembro de 2019.