O Feminista Film Festival está de regresso entre 27 e 28 de setembro ao Soho Hotel em Londres para contar as mais inspiradoras histórias sobre sobre mulheres e raparigas e o Cinema Pla’net mal pode esperar, depois de ter estado presente na edição de 2018 e conversado com Dan Mucha, um dos fundadores do Festival.

Publicidade

Este ano, o Festival irá passar 15 filmes documentais e acolher sessões de discussão com perguntas e respostas em torno de diversos temas sobre mulheres e raparigas que perseguem as suas paixões e profissões, ao mesmo tempo ultrapassando desafios e adversidades.

De entre os filmes incluídos na lista mencionada acima, destacam-se títulos como “Running for Good”, sobre a ativista e atleta vegana Fiona Oakes durante o seu percurso na Marathon des Sables; “Home”, a história de Sarah Outen e a sua viagem cheia de humanismo à volta do mundo; “Girls Section”, o perfil das raparigas no remoto Paquistão, que desafiam a tradição pelo seu direito a frequentar a escola.

Estes são alguns dos exemplos dos títulos que estarão presentes no Festival, mas o programa completo inclui muitos outros filmes e pode ser encontrado e consultado na página oficial do mesmo, acedendo através desta ligação.

Em 2019, os eventos emblemáticos do Feminista Film Festival foram construídos a partir do sucesso da edição inaugural do ano passado. Anna Kessel, Editora da secção de Desporto Feminino do The Telegraph, foi uma das figuras de destaque que fizeram questão de elogiar e agradecer publicamente a importância de um festival focado nas mulheres através da sua conta de Instagram.

View this post on Instagram

What are you doing this weekend? Coming to the @Fen inista_filmfest of course (link to tickets in bio).🎥 🏆 This extraordinary festival, self funded by one amazing family (inspired by their footballer and dancer daughters, produced and funded by parents Dan and Laurie Mucha), is @tabernaclew11 all weekend.🎥 🚴🏿‍♀️ There are films about cycling in Afghanistan, roller derby, Maria @toorpakai the squash player who had to fight the Taliban for the right to play, films for children, speed skating @christielikescake films for those interested in exploring the relationship between our bodies and ourselves (‘My Big White Thighs And Me’ looks amazing)🎥 🏃🏽‍♀️ Come and support a unique event, with an incredible programme. 🎥 🏊🏼‍♀️ #film #women #sport #cycling #squash #ballet #surfing #womenempowerment #feminist

A post shared by Anna Kessel (@annasofiakessel) on

A missão do Feminista Film Festival é inspirar os seus espetadores e estabelecer uma ligação entre as mulheres e raparigas com modelos femininos que quebram as barreiras e criam, muitas vezes, as suas próprias regras nos locais mais inóspitos.

Vê também: Feminista Film Festival – Inspiração no Feminino

De acordo com os fundadores do festival, Laurie e Dan Mucha, as histórias sobre mulheres e raparigas precisam de uma voz mas forte e o filme documental é uma forma inspiradora e envolvente de contar essas histórias.

Estabelecida a razão fundamental para a existência do Feminista Film Festival, as submissões de filmes na edição deste ano dispararam para 135% e torna-se mais do que claro de que não há falta de histórias inspiradoras sobre mulheres e raparigas.

Para já, a espera não será longa para quem está em Londres, ficando, pois, a sugestão para os dias 27 e 28 de setembro de visitar e apoiar o Feminista Film Festival, cujos pormenores do programa, compra de bilhetes e outras informações relevantes podem ser consultados no site do Festival.