“Variações” e “A Herdade” são os filmes mais nomeados aos Prémios Sophia com 17 e 15 nomeações, respetivamente.

A gala, que deveria ter decorrido a 22 de Março, foi remarcada para 17 de Setembro, devido à pandemia.

sophia

 

Os grandes vencedores da edição anterior dos Prémios Sophia foram “Raiva”, o western a preto e branco de Sérgio Tréfaut e “Parque Mayer”, sobre o teatro de revista durante a ditadura pelo realizador António-Pedro Vasconcellos, um dos homenageados com o Prémio Sophia Carreira este ano, a par dos realizadores Fernando Matos Silva (“O Mal Amado”, com Maria do Céu Guerra e João Mota) e Alfredo Tropa (“Bárbara”, com Artur Semedo e Ellen Matt).

“Variações” – o biopic do músico António Variações e filme português mais visto de 2019 – tem 17 nomeações, duas a mais que o candidato de Portugal aos Óscares e seleção oficial de Veneza e Toronto – “A Herdade”. O vencedor da Semana da Crítica em Cannes “Diamantino” e o vencedor do Leopardo de Ouro de Locarno “Vitalina Varela” são os outros dois nomeados na categoria de Melhor Filme.

Nomeados aos Prémios Sophia da Academia Portuguesa de Cinema:

sophia

Melhor Filme

A Herdade, de Tiago Guedes
Diamantino, de Gabriel Abrantes e Daniel Schmidt
Variações, de João Maia
Vitalina Varela, de Pedro Costa

Melhor Realização

Gabriel Abrantes e Daniel Schmidt / Diamantino
João Maia / Variações
Pedro Costa / Vitalina Varela
Tiago Guedes / A Herdade

Ver também: Prémios Sophia, Festa do Cinema Italiano e Monstra adiados

Variações filme

Melhor Ator Principal

Albano Jerónimo / A Herdade
Carloto Cotta / Diamantino
Igor Regalla / Gabriel
Sérgio Praia / Variações

Melhor Atriz Principal

Inês Castel-Branco / Snu
Margarida Vila-Nova / Hotel Império
Sandra Faleiro / A Herdade
Vitalina Varela / Vitalina Varela

Melhor Ator Secundário

Augusto Madeira / Variações
Filipe Duarte / Variações
João Pedro Mamede / A Herdade
Miguel Borges / A Herdade

Melhor Atriz Secundária

Ana Vilela da Costa / A Herdade
Anabela Moreira e Margarida Moreira / Diamantino
Teresa Madruga / Variações
Victoria Guerra / Variações

diamantino2

Melhor Argumento Original

Gabriel Abrantes e Daniel Schmidt / Diamantino
João Maia / Variações
Pedro Costa e Vitalina Varela / Vitalina Varela
Rui Cardoso Martins e Tiago Guedes / A Herdade

Melhor Argumento Adaptado

Agustina Bessa-Luís e Rita Azevedo Gomes / A Portuguesa, adaptado da obra “Die Portugiesin” de Robert Musil
José Fanha / Os Dois Irmãos, adaptado da obra homónima de Germano Almeida
Hugo Diogo / Imagens Proibidas, adaptado da obra homónima de Pedro Paixão
Tiago Rodrigues e Tiago Guedes / Tristeza e Alegria na Vida das Girafas, inspirado na peça de teatro homónima de Tiago Rodrigues

Melhor Montagem

Cláudio Vasques / Caminhos Magnétykos
Pedro Ribeiro / Variações
Raphaëlle Martin-Holger, Gabriel Abrantes e Daniel Schmidt / Diamantino
Roberto Perpignani / A Herdade

Ver também: O realizador Vicente Alves do Ó em 7 filmes de alma portuguesa

vitalina varela atriz

Melhor Direção de Fotografia

Acácio de Almeida / A Portuguesa
André Szankowski / Variações
João Lança Morais / A Herdade
Leandro Simões / Vitalina Varela

Melhor Guarda-Roupa

Isabel Branco e Inês Mata / A Herdade
Lucha D’Orey / Hotel Império
Patrícia Dória / Variações
Sílvia Grabowski / Snu

Melhor Direcção Artística

Ana Vaz / Snu
Artur Pinheiro / O Grande Circo Místico
Isabel Branco / A Herdade
Sara Lança / Variações

snu abecassis

Melhor Maquilhagem e Cabelos

Ana Lorena e Natália Bogalho / Snu
Íris Peleira e Ana Maria Palma / A Herdade
Magali Santana, Alexandra Espinhal e Gena Ramos / Variações
Nuno Esteves “Blue” / Hotel Império

Melhor Efeitos Especiais / Caracterização

Carlos Amaral e Íris Peleira / A Herdade
Irmã Lúcia e João Rapaz / Diamantino
Magali Santana / Variações
Tiago Borrões, Fernando Alle e João Rapaz / Mutant Blast

Melhor Som

Artur Cyaneto, Emílio Alicante, Pedro Góis e Pedro Marinho / Caminhos Magnétykos
Elsa Ferreira, Francisco Veloso e Pedro Góis / A Herdade
Hugo Leitão e João Gazua / Vitalina Varela
Branko Neskov, Nuno Bento, Joana Niza Braga e Tiago Raposinho / Variações

Ver também: Os Melhores Filmes Portugueses da Década

a portuguesa 1

Melhor Banda Sonora Original

Armando Teixeira / Variações
José Mário Branco / A Portuguesa
Manuel Cruz / Tristeza e Alegria na Vida das Girafas
The Legendary Tigerman / Caminhos Magnétykos

Melhor Canção Original

Quero dar nas Vistas / letra de António Variações, interpretação de Sérgio Praia e música de Balla / Variações
Coro Menor / poema de Charles D’Orléans, música de José Mário Branco e voz de Ingrid Caven / A Portuguesa
Quiescent / letra e música de Surma / Snu
Vai / letra e música de Vado Más Ki Ás /Gabriel

Melhor Documentário em Longa-Metragem

Até que o Porno Nos Separe / Jorge Pelicano
Chuva é Cantoria na Aldeia dos Mortos / Renée Nader Messora e João Salaviza
Lupo / Pedro Lino
Terra Franca / Leonor Teles

Sul3

Melhor Série / Telefilme

Luz Vermelha / Patrícia Müller (autoria) / André Santos e Marco Leão
O Nosso Cônsul em Havana / António Torrado (autoria) / Francisco Manso
SUL / Edgar Medina e Guilherme Mendonça (autoria) / Ivo M. Ferreira
Teorias da Conspiração / Paulo Pena e Artur Ribeiro (autoria) / Manuel Pureza

Melhor Curta-Metragem de Ficção

A Fábrica / Diogo Barbosa
A Herança / Paulo A. M. Oliveira
Arriaga / Welket Bungué
Invisível Herói / Cristèle Alves Meira

Melhor Curta-Metragem Documental

Estas Mãos São Minhas / André Miguel Ferreira
Kalani – Gift from Heaven / Nuno Dias
Lá Fora as Laranjas Estão a Nascer / Nevena Desivojević
Raposa / Leonor Noivo

Ver também: O Melhor da Década no Cinema Português: Papéis Principais

tio tomás

Melhor Curta-Metragem de Animação

Assim Mas Sem Ser Assim / Pedro Brito
Equinox / Bruno Carnide
Maré / Joana Rosa Bragança
Tio Tomás, A Contabilidade dos Dias / Regina Pessoa

Prémio Sophia Estudante

Jamaika Onto New Paths / Alexander Sussmann, /Universidade Lusófona De Humanidade e Tecnologias
Loop / Ricardo M. Leite / Escola Superior de Media Artes e Design
O Presidente Veste Nada / Clara Borges e Diana Agar / Universidade da Beira Interior
Sombra / Diogo Lourenço, Duarte Gaivão e Francisco Moura / Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias

Prémio Sophia Carreira

António-Pedro Vasconcelos / Fernando Matos Silva / Alfredo Tropa

Melhor Cartaz

#1: A Herdade – Catarina Sampaio
#2: Snu – Pedro Alexandre Arroja
#3: Variações – Bráulio Amado

Melhor Trailer

#1: Variações – Pedro Ribeiro
#2: Tristeza e Alegria na Vida das Girafas – Joana Soares
#3: Tony – Gil Oliveira e João Santana

Prémio Arte & Técnica

“Leitão de Barros: A Biografia Roubada”, de Joana Leitão Barros e Ana Mantero

[ Muitos Parabéns a todos os nomeados 😉 ]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui