Mais um conjunto de filmes foi adiado da sua data de estreia prevista em Maio, incluindo o blockbuster da Marvel “Black Widow – Viúva Negra”.

A aventura a solo de Scarlett Johansson na Marvel, “Black Widow – Viúva Negra”, depois de muita especulação, acabou por ver a sua estreia adiada por tempo indeterminado. O filme de Cate Shortland, conta ainda com Florence Pugh, David Harbour e Rachel Weisz, com o trailer mais recente revelado há apenas 1 semana.

A Disney adiou igualmente o filme da 20th Century “A Mulher à Janela”, baseado no bestseller com Amy Adams a protagonizar, previsto para 14 de Maio e o filme da Searchlight Pictures “A Vida Extraordinária de David Copperfield”, o novo filme do criador da série “VEEP”, Armando Iannucci, que em Portugal estava previsto para 10 de Junho.

Ver também: “Velocidade Furiosa 9”, “Um Lugar Silencioso 2” e “Peter Rabbit 2” adiados

Também a Focus Features adiou a estreia do aclamado thriller de Sundance, “Promising Young Woman”, com Carey Mulligan e realização de Emerald Fennell (argumentista de “Killing Eve” e atriz de “The Crown”), que estrearia nos EUA a 17 de Abril.

“Mulheres de Armas” que já tinha sido adiado em Portugal da sua estreia de 26 de Março, também foi adiado nos EUA pela Bleecker Street Media. “Blue Story” da Paramount também foi adiado de 20 de Março nos EUA.

Ver também: “007 – Sem Tempo para Morrer” oficialmente adiado para novembro

Para além dos já anunciados noutros artigos, foram também adiados em Portugal: “Ofélia” com Daisy Ridley, “O Espaço Entre Nós” com Eva Green, “A Verdade” de Hirokazu Koreeda, “Matthias e Maxime” de Xavier Dolan, “Eu Ainda Acredito” sobre o cantor Jeremy Camp, o filme de Singapura “Ramen Shop – Negócio de Família”, o documentário “Uma Vida Alemã”, “Quarto 212” com Chiara Mastroianni, “À Espera de Anya” na II Guerra Mundial, o drama histórico espanhol “Longa Noite”, o anime “My Hero Academia: A Ascensão dos Heróis”, “#AnneFrank – Vidas Paralelas” documentário com Helen Mirren.

Todas as estreias portuguesas acima enumeradas são apenas da segunda metade de Março, encontrando-se em suspenso todo o calendário de estreias de Abril e Maio, após o encerramento dos cinemas em Portugal (incluindo NOS, UCI e Cinema City), mas também de várias distribuidoras e produtoras portuguesas.

Para já, a Cinemundo adiou oficialmente todas as estreias de Abril – o filme norte-americano rodado em Portugal “Fátima”, “O Meu Espião” com Dave Bautista, o thriller “Os Tradutores” com Olga Kurylenko e a portuguesa Maria Leite, a comédia francesa “O Melhor Ainda Está Para Vir” e a animação “Trolls: Tour Mundial”.

Ver também: Universal Pictures quebra barreiras e estreia filmes em VOD

A próxima estreia da Big Picture Films ocorrerá apenas a 4 de Junho com o thriller português de Diogo Morgado, “Irregular”. Também a Outsider Films, Films4You, Alambique, Lanterna de Pedra Filmes, Legendmain, Midas Filmes e Leopardo Filmes adiaram todo o seu calendário de estreias.

Nos EUA, devido ao avanço do surto de coronavírus em múltiplos estados norte-americanos, as grandes cadeias de cinemas como AMC, Cinemark, Regal, Landmark, Harkins Theaters, Alamo Drafthouse, Showcase Cinemas e Bow Tie Cinemas encerraram, anunciando que a abertura só ocorreria de entre 6 (final de Abril) a 12 semanas (meio de Junho). No resto do mundo países como França, Itália, Coreia do Sul, Espanha… têm todos os seus cinemas encerrados por ordem governamental. Na China reabriu hoje a primeira sala de cinema, mas o resultado foi de zero espectadores.

Ver também: Prémios Sophia, Festa do Cinema Italiano e Monstra adiados

Avisamos os nossos leitores assim que tivermos mais informações.