A atriz Honor Blackman, estrela do “007 – Contra Goldfinger” da saga de James Bond e “Os Vingadores”, em 1962, morreu aos 94 anos de idade em sua casa, em Lewes, no sudeste de Inglaterra, numa informação confirmada pela família.

A carreira de Blackman abrangeu oito décadas e incluiu papéis como Cathy Gale em “Os Vingadores” e Pussy Galore no filme de James Bond “007 – Contra Goldfinger”, tornando-se, aos 39 anos, numa das mais velhas Bond Girls da série.

Os produtores de “Os Vingadores”, a série de televisão britânica, procuram, em 1961, um substituto para o parceiro de John Steed, Ian Hendry, que tinha decidido sair da série. O personagem de Blackman, Cathy Gales, tornar-se-ia num ícone no contexto do movimento para a igualdade de direitos das mulheres no Reino Unido.

Blackman e a sua Cathy Gale mostraram que as mulheres podiam ter tudo, ela era inteligente e espirituosa, tinha a sua independência e carreira, e ainda era excelente no combate não armado.

Durante os tempos de “Os Vingadores”, Blackman e Patrick Macnee, o John Steed da série, ainda gravaram um single, “Kinky Boots”, que se tornaria um hit musical quando foi reeditado nos anos 90.

Vê também: “Stalker” (1979) – Ficção Científica como Poesia Visual

Honor Blackman teve ainda papéis como atriz convidada em “Coronation Street”, “Doctor Who” e “Casualty” e antes da sua participação no filme de Bond, já havia feito dezenas de participações na televisão britânica.

A família confirmou, numa declaração feita ao jornal britânico The Guardian, que a atriz morreu de causas naturais, não relacionadas com a atual pandemia de coronavírus.

A par da sua carreira em cinema e televisão, Blackman também passou pelo teatro, em produções como “Minha Linda Lady”, “Música no Coração” e “Cabaret”, bem como no espetáculo protagonizado apenas por ela “Word of Honor”.