Luca Guadagnino tem estado em destaque no cinema internacional neste ano que agora finda. Para além do sucesso incontestável de “Chama-me Pelo Teu Nome”, o realizador foi o responsável por um dos filmes mais antecipados e aclamados de 2018, a adaptação do filme de Dario Argento, “Suspiria”.

A notícia de que “Chama-me Pelo Teu Nome” teria um sucessor (o realizador não gosta de lhe chamar sequela, segundo entrevista ao site Badtaste.it), já tinha sido avançada anteriormente mas agora o Luca Guadagnino dá pormenores exclusivos de parte do argumento.

Vê também: Personagens de filmes retratados em madeira com a arte de Pirografia

Chama-me pelo teu nome

O realizador revelou que Oliver e Elio se encontrarão novamente, desta feita em Paris e que o novo filme tem início com Elio a chorar enquanto vê a obra de Paul Vecchiali, “Once More”, continuando o tom de melancolia com que o primeiro filme terminara e criando uma ponte de ligação entre ambos.

Os atores já admitiram o interesse em dar continuidade à aventura de “Chama-me Pelo Teu Nome”, incluindo agora Dakota Johnson, que já teve protagonismo em “Suspiria”, e que Guadagnino vê casada com a personagem de Oliver no segundo filme, passado em tempo posterior ao do primeiro.