Emmy Awards 2019

Acabadinhos de serem entregues, A Guerra dos Tronos levou novamente o prémio de Melhor Série Dramática mas foi “Fleabag” a grande surpresa da noite dos Primetime Emmy Awards

Os Primetime Emmy Awards, com o intuito de condecorar o melhor da televisão, foram entregues este Domingo. Não houve host nesta 71ª edição mas houve muitas decepções.

Como é normal, as categorias das séries são dividas entre Comédia e Drama. No entanto, a nomeação de algumas séries não foram  certamente surpresa.

No lado do Drama, tinhamos A Guerra dos Tronos com mais nomeações, sem os seus concorrentes de peso: The Crown e Stranger Things. Estes não entraram na corrida, porque não  foram transmitidos durante o período de elegibilidade (entre Junho de 2018 a Maio de 2019).

Por sua vez, na categoria de Comédia, Veep da HBO regressou, a série com Julia Louis-Dreyfus no papel principal. É de recordar que a actriz anunciou que tinha cancro um dia depois de ter recebido o seu Emmy para Melhor Actriz Principal numa Série de Comédia, em 2017. Em Outubro de 2018, a actriz veio a público dizer que já se encontra bem de saúde e venceu esta luta.

Vê também: Chegaram dois novos posters de “Joker” em forma de pintura

Mas vamos ao que realmente interessa, os vencedores. Tal como era de esperar, A Guerra dos Tronos foi novamente coroada como Melhor Série Dramática do ano.

Ao longo de 8 temporadas, esta série arrecadou 308 prémios/estatuetas de 628 nomeações. A temporada final (8ª temporada) recebeu 2 Emmys a noite passada:

  • Melhor Série Dramática;
  • Melhor Actor Secundário numa Série de Drama: Peter Dinklage.

A HBO bateu o seu recorde, com 137 nomeações nestes Emmys, sendo que 32 pertenciam a esta série. Houve um momento de despedida em palco, com o elenco da série a ser aplaudido de pé. No seu discurso, David Benioff agradeceu a George R.R. Martin por ter criado este universo e por ter apostado nele.

Na Categoria Séries de Comédia, Veep e The Marvelous Mrs. Maisel não conseguiram fazer frente à série Fleabag. Veep, com 9 nomeações foi completamente arrasado ontem, tal como a série This is Us, com 9 nomeações e 0 Emmys.

The Marvelous Mrs. Maisel acabou por levar dois prémios:

  • Melhor Actor Secundário numa Série de Comédia: Tony Shalhoub;
  • Melhor Actriz Secundária numa Série de Comédia: Alex Borstein.

No entanto, deixou a adorada Rachel Brosnahan de mãos a abanar. Brosnahan tinha saído a grande vencedora no ano passado, com a sua peculiar personagem, Midge Maisel.

The Marvelous Mrs Maisel

Por outro lado, Fleabag, contra tudo e todos e levar para casa os grandes prémios:

  • A Melhor Série de Comédia;
  • Melhor Actriz Principal numa Série de Comédia: Phoebe Waller-Bridge;
  •  O Melhor Realizador de uma Série de Comédia: Harry Bradbeer;
  • Melhor Argumento: Phoebe Waller-Bridge.

Já pelo lado das Minisséries e Telefilmes, os prémios continuaram a chover para o lado da HBO. Chernobyl foi o grande vencedor:

  • Melhor Minissérie;
  • Johan Renck, o de melhor realizador: Johan Renck;
  • Melhor Argumento para Minissérie: Craig Mazin.

A menção honrosa vai para When They See Us, que infelizmente só viu um prémio. A categoria de Melhor Actor Principal numa Minissérie estava recheada de nomes de peso. No entanto, Mahershala Ali, Benicio Del ToroHugh Grant e Sam Rockwell viram a sua estatueta a ir embora nas mãos do novato Jharrel Jerome. Jerome interpretou Korey Wise, um dos Central Park Five, na série da Netflix.

A Netflix viu outros dois Emmys nas mãos com o filme Black Mirror: Bandersnatch a vencer na Categoria Melhor Telefilme; também o prémio de Melhor Documentário foi de Our Planet.

O prémio para  Melhor Série De Variedades Talk Show foi para Last Week Tonight com John Oliver.

A noite foi marcada por discursos feministas e relativos à identidade das pessoas. Billy Porter, vencedor do prémio de Melhor Actor de Série Dramática e homossexual assumido, deixou  um discurso emocional, criticando a discriminação racial. Alex Borstein também deixou o seu apelo feminista, pedindo às mulheres que não deixem de seguir os seus sonhos.

Michelle Williams (Melhor Actriz de Minissérie ou Telefime) agradeceu o facto de ter sido paga ao mesmo nível dos outros actores da série, trazendo assim à tona o tema da igualdade salarial.

Patricia Arquette (Melhor Actriz Secundária em Minissérie ou Telefilme) e Laverna Cox  mostraram solidariedade para com os artistas transgéneros, pedindo assim  que as produtoras parem com a discriminação.