“The Death and Life of John F. Donovan” segue a história de um famoso ator, e simultaneamente a jornada de um fã seu! Logo de início, sabemos o fim da história. Porém, isso não tira o impacto.

“The Death and Life of John F. Donovan”:Quando vou assistir a um filme, gosto de saber o mínimo sobre o enredo. Neste caso, surpreendi-me bastante com a narrativa, pois explorou diferentes ritmos e temas como a homossexualidade, a solidão e o abuso de drogas. O mundo dos famosos ficou retratado de forma algo limitada, mas deu para perceber bem os medos específicos de John.

Por outro lado, vemos Rupert que sofre de bullying na escola e tem problemas de comunicação com a mãe. A relação com o lado maternal tanto de uma personagem, como da outra é bem vincado.

Como sempre, Xavier Dolan, um dos meus realizadores favoritos, sabe contar esta história de uma forma quase poética, equilibrando bem as emoções. As cenas são pautadas por planos muito próximos dos rostos das personagens e com uma banda sonora que assenta que nem uma luva.

Ver também: “Exterminador Implacável: Destino Sombrio” – Mais Uma Tentativa

A própria estruturação da narrativa agradou-me bastante. Temos acesso à história em flashbacks, isto durante uma entrevista intimista.

Há que destacar as fortes representações do elenco, sobretudo de Kit Harington e Jacob Tremblay. Tanto um como o outro,  entregam-se aos papéis de forma genuína e isso é realmente notório. Também Thandie NewtonSusan Sarandon, Natalie Portman e Kathy Bates enriquecem este filme com um trabalho fantástico.

Com um elenco de luxo, uma história com os pés na terra e mais densa do que aparenta: “The Death and Life of John F. Donovan” dá nas vistas e é um filme que vou, com  certeza, querer rever. Se há algo que tirei deste primeiro visionamento foi: Mais importante que viver o nosso sonho, é conseguir vivê-lo de acordo com a nossa verdade.

“The Death and Life of John Donavon” estreou nos cinemas portugueses a 31 de outubro de 2019.