CinemaDestaquesFestivais de cinemaLFF 2019 | O festival londrino está cada vez maior e melhor

Outubro em Londres é sinónimo de London Film Festival e este ano esteve preenchido de filmes incríveis e convidados de peso que trouxeram centenas de visitantes ao festival e ás passadeiras vermelhas! Nós tivemos presentes em vários eventos e conversamos com artistas que estavam tão entusiasmados, ou mais, como nós por estarmos ali. Vimos filmes em primeira mão e vamos agora contar-te como foi conhecer Taika Waititi, falar com David Heyman e estar na fila para comprar uma sandes e ver o Adam Driver de fato e gravata á tua frente. 

Outubro em Londres é sinónimo de London Film Festival e este ano esteve preenchido de filmes incríveis e convidados de peso que trouxeram centenas de visitantes ao festival e às passadeiras vermelhas!

Durante o London Film Festival estivemos presentes em vários eventos e conversamos com artistas que estavam tão entusiasmados, ou mais, como nós por estar ali. Vimos filmes em primeira mão e vamos agora contar-te como foi conhecer Taika Waititi, falar com David Heyman e estar na fila para comprar uma sandes e ver o Adam Driver de fato e gravata á tua frente.

Ver também:Feminista Film Festival 19 – Histórias no feminino

Este ano o festival arrancou com o filme “A Personal History Of David Copperfield” (leiam  aqui a nossa critica) e terminou em grande com o tão esperado “O Irlandês” de Martin Scorcese. Em quase duas semanas  vivemos, praticamente,  entre Leicester Square e no Mayfair Hotel! Cobrimos passadeiras vermelhas de filmes como “Hope Gap”, “The Lighthouse”, “Bacurau”, “A Marriage Story”, “Jojo Rabbit” entre outras. Conseguimos, posteriormente, estar um pouco com Taika Waititi. Taika encontrava-se com uma boa disposição contagiante e tiramos várias fotografias com ele (infelizmente saíram tremidas porque estávamos tão entusiasmadas).

Falamos ainda com Alfie Allen, e confessamos-lhe que era o nosso favorito ao Emmy pela sua prestação na série “Guerra dos Tronos”. Allen agradeceu imenso o carinho. Mas as nossas aventuras nas passadeiras vermelhas não terminam por aqui… Numa das nossas pausas entre eventos, enquanto esperávamos para nos servirem, e deparámos-nos com Adam Driver e Laura Dern mesmo, mesmo à nossa frente. Manter a calma nestas alturas é difícil mas, foi bom ver que Adam Driver também fica nervoso em situações sociais e que não estamos sós nesta luta…

De volta ao BFI em Waterloo o festival teve momentos de diálogo com Robert De Niro, Rian Jonhson e Michael B. Jordan que esgotaram em minuto! Contudo, poderão assistir ao momento no canal de YouTube do BFI (um ótimo motivo para subscrever ao canal). Também houve eventos “after hours” e sessões de networking para quem trabalha na industria. Houve também imensos eventos gratuitos, isto permitiu então,  que todas as pessoas presentes pudessem desfrutar do festival.

No Mayfair Hotel tivemos as nossas típicas tardes de “Chá”. Aqui, conversamos então, com diversos realizadores cujos filmes estiveram em exibição no festival ou a concurso. Entrevistas  estas, que poderão ler muito em breve no nosso site. Estamos muito entusiasmadas por partilhar com vocês os talentos incríveis com quem conversamos e o que eles trazem de novo à Sétima Arte. Fiquem atentos!

Deixamos aqui os filmes que mais gostamos neste festival nas categorias de longa-metragem e sem ordem de preferência porque, vamos ser sinceras, é quase impossível escolher qual deles o melhor:

  •     The Last Black Man in San Francisco-Joe Talbot
  •     The Lighthouse-Robert Eggers
  •     Rocks-Sarah Gavron
  •     The Peanut Butter Falcon-Tyler Nilson
  •     Jojo Rabbit-Taika Waititi
  •     Knives Out-Rian Jonhson
  •     The Personal History Of David Copperfield-Armando Iannucci
  •     A Marriage Story-Noah Baumbach 
  •     The Irishman-Martin Scorcese
  •     You Don’t Nomi-Jeffrey MacHale

Dizer adeus a este festival é sempre triste e regressar à rotina nunca é fácil depois de viver tantas emoções! Mas nós já estamos a planear a nossa “presença” no festival do próximo ano. Fica a sugestão, porque no fim de contas, não há nada melhor do que visitar Londres e ver filmes em primeira mão!

Um obrigada especial á minha colaboradora Amie Lim, que se encontra nesta foto mas do lado de lá da lente. 

Segue-nos nas redes sociais!